Como zumbis caminhamos

Em direção a mais lavagem cerebral

Para o ciclo imposto caminhamos

Como zumbis nos atracamos

Em transportes abarrotados

Como zumbis somos direcionados

Em vias entupidas de armas metálicas

Para o ciclo sob o manto dos poderosos

Como zumbis ignoramos uns aos outros

Em uma viagem que os poderosos não fazem

Para lugares que nem sempre queremos

Como zumbis devoramos quem não faz parte da massa

Em um frenesi de achar nosso lugar

Para manter a ordem desejada pelos grandes

Como zumbis marchamos

Em uma jornada diária que se repete eternamente

Para a morte da humanidade rumamos

Como zumbis vivemos

Em um salto cego para um ponto sem retorno

Para o deleite daqueles que queremos nos tornar

Como zumbis que fomos manipulados a ser

Foto da capa - Brendan Church - Unsplash